Archive for abril, 2013

Viagens Pão Duras

1

E aí pessoal, blz? To meio sumido, mas vou tentar ter mais constância com os posts.

Hoje gostaria de escrever sobre uma coisa que já fiz muito e gostaria de compartilhar com vocês: Viagens Pão Duras.

viagem1

Apesar de ser pão duro, um dos meus maiores divertimentos são as viagens, entretanto isso é um gosto meio contraditório para um pão duro, pois normalmente se gasta muito em viagens. Só que não precisa ser assim! Dá até pra você viajar sem gastar dinheiro nenhum, que o digam os mochileiros, caroneiros, hippies e filmes como Na Natureza Selvagem e Na Estrada.

Eu gosto muito do estilo de vida dos caras desses filmes são muito tentadores, ainda mais que são baseados em fatos reais, muitas vezes penso em seguir a linha deles…

alex supertramp

Pra quem não viu, o Na Natureza Selvagem (Into the Wild) conta a história de um rapaz que ao terminar a faculdade de direito, que era o sonho dos pais dele e não dele, entrega o diploma para os pais e desaparece com o carro dele. Pelo caminho ele abandona o carro, queima (!) o resto de dinheiro dele (coisa que não compactuo de forma alguma) e vira um caroneiro. Ele acaba indo para o Alasca no verão e fica ilhado por lá dentro de um ônibus no inverno, não vou fazer mais spoilers para não estragar para quem não viu, mas o filme é muito bom.

On the Road

Já o Na Estrada (On the Road), conta a história de um escritor, que é quem escreveu o livro no qual o filme é baseado. Esse escritor e os seus amigos são os criadores do Movimento Beat que é o movimento precursor da cultura Hippie, da onde veio um monte de gente como o hipponga John Lennon dos Beatles (Beat Generation). O filme mostra os peitinhos da Bela de crepúsculo (que está nos dois filmes) como também mostra esses caras sem grana alguma viajando por todos os EUA como também pro México, fumando bitucas de cigarro e maconha barata.

O problema com o estilo hippie de viajar é a falta de segurança, conforto (que é 0) e previsibilidade da viagem, o que complica para quem trabalha e tem que estar de volta em um dia certo. Quando eu conquistar minha independência financeira gostaria de experimentar umas viagens sem destino e prazos assim, mas acho que nunca teria coragem de verdade.

Como eu ainda não tenho a independência financeira ou colhões para fazer este tipo de viagem, então vou falar do Pão Duro Way of Travel!

viagem2

O Pão Duro Way of Travel não tem a economia extrema do estilo Beat/Hippie de viajar, mas em contrapartida tem mais conforto e previsibilidade na viagem, ainda sim gastando o mínimo de dinheiro.

Como este post já está extenso, vou deixar para falar as dicas do estilo em um outro post, com um exemplo prático de alguma viagem que fiz.

Hari Bol!

Imóvel: Comprar ou alugar?

0

Este post foi escrito por um colaborador do blog, o Primo Pobre, que pretende voltar mais aqui, aproveitem:

Comprar ou alugar 1

Pessoal, nesse post pretendo abordar um assunto que é pouco discutido, uma vez que há praticamente um consenso de que se deve comprar um imóvel, principalmente entre as pessoas mais velhas. Poucos são os que defendem que é melhor alugar a comprar um. Há uma crença de que o dinheiro empregado no aluguel é jogado fora. Muitos acreditam que é melhor adquirir um imóvel em 420 meses a pagar aluguel.

As pessoas não realizam uma análise apurada para saber se vale a pena ou não comprar um imóvel. É claro que é uma decisão difícil, muitos pontos devem ser considerados.  Nessa primeira parte mostrarei apenas o que acho de vantagem e desvantagem do aluguel e da compra. No próximo post irei comparar o aluguel com a compra à vista e o financiamento, calculando quanto deve render um investimento para pagar o aluguel.

Em minha opinião, as vantagens do aluguel são as seguintes:

  • Ganho de liquidez – o dinheiro que não foi empregado na compra do imóvel pode ser investido em algo que tenha maior liquidez;
  • Pode se mudar com facilidade;
  • Não perde com a desvalorização do imóvel;
  • Não terá problemas com uma eventual desapropriação do imóvel;
  • Não tem custo com benfeitorias necessárias (aquelas destinadas a conservar o imóvel).

As desvantagens são:

  • O imóvel pode ser retomado pelo proprietário;
  • Não ganha com a valorização do imóvel.

Os benefícios da compra são o contrário das desvantagens do aluguel, além de ter um bem que praticamente não pode ser penhorado pela Justiça, em caso de algum processo. Já as desvantagens representam o contrário das vantagens do aluguel.

Comprar ou alugar 2

Deixem aí a opinião de vocês sobre o assunto.

Ajudante ou “atrapalhante” de pedreiro

0

Estou escrevendo este post para alertá-los do riscos na contratação de “atrapalhantes” de pedreiro. Meu neologismo é pra falar que se existe uma raça mais complicada que a dos pedreiros é a dos ajudantes. É mais fácil peneirar um diamante na areia da sua construção do que encontrar um bom. Problemas com os ajudantes não faltaram, vou tentar relatar os mais marcantes para vocês ficarem espertos na hora de contratar esses camaradas.

 

a-funny-money-bills-19

 

1. Combinar o preço.

Preste muita atenção nessa hora, as artimanhas deles para tentarem arrancar mais grana são infinitas. Tente deixar muito, mas muito claro mesmo o valor, pois eles vão fazer coisas como falar que combinaram um valor diferente, falar que naquele dia é mais caro e ele deu o preço de outro dia, falar que o serviço era mais pesado por isso está cobrando mais, e outras infinitas desculpas que eu ainda não ouvi. Um dos casos mais tristes (seria engraçado se eles não cobrassem tão caro por essa piada de mal gosto) foi: combinar um preço com ele numa manhã de domingo, algo como R$ 50 e no meio do serviço ele falar que é R$ 70 porque é domingo, como se você tivesse tratado com ele outro dia. Sinceramente eu ainda não consegui um meio de combinar um preço de forma que eles não mudem no final, o serviço deles é muito curto e barato para um contrato, e brigar muito com eles geralmente é perigoso porque muitas vezes eles têm uma ligação com criminosos e alguns também são ladrões, traficantes e usuários de drogas nas horas vagas, então brigar com eles não é um bom negócio também (tá achando que tô exagerando, tô generalizando, sendo politicamente incorreto e preconceituoso??? Procura “ajudantes de pedreiro” no google images e comenta aí, aquele sangue todo não é por acidente em obras…). Talvez gravar a conversa seja uma boa, ou escrever o trato em um papel na frente dele, depois vou testar isso…
funny-page-000850-vservisu
2. Combinar o serviço

Quando eles não mexem no preço é certo que vão mexer na quantidade de trabalho. Tente deixar claro também para que você está o contratando, mas já aviso que isso é ainda mais difícil que deixar claro o preço. O serviço é foda de medir, no começo a gente tentava tipo empreitada: “- Você tem que limpar a obra, tirar esses entulhos e empilhar aquelas madeiras.” Mas aí corre o risco dele terminar tudo em 2 horas e não querer fazer mais nada porque não foi combinado ou então ele acha muita coisa e sobe o preço ou enrola e não faz tudo. A última estratégia que eu tentei foi combinar por hora, que o normal de qualquer trabalho, no fim todos estão vendendo o seu tempo. Então já tentava combinar com eles perguntando quanto era diária deles se ela era de 8 horas, pra deixar tudo bem claro, mas eles já escaparam disso pelo menos de duas formas: 1. Nessa hora eles não sabem fazer conta ou mudam a hora que chegaram e falam que vão embora uma 2 horas ou mais antes da hora. 2. Esse método é mais legal ainda, eles mudam o que foi combinado e falam que na verdade combinaram a empreitada, exemplo: “- Nessas 8 horas você vai colocar esses entulhos na caçamba e depois limpar a obra e ajudar o pedreiro.” Quando ele acaba de encher a caçamba, que já estava quase cheia, ele fala que terminou e quer receber o dinheiro, aí você fala que combinou a diária e vira aquele bate boca dele falando que não, que era só pra encher a caçamba, que ganhar R$ 60 reais por dia é prejuízo pra ele e isso acaba com você tomando mais uma facada financeira pra não tomar uma verdadeira.

 

i-am-a-thief-i-stole-from-walmart-shoplifting-sign1

 

3. Roubos

Esse é o problema mais tenso de todos, aconteceu pelo menos 2 vezes com a gente, pelo menos que a gente viu. A primeira eu já até falei aqui, vou um roubo de um martelete alugado, no valor de uns R$ 1.800 alugado pelo próprio pedreiro que também era responsável pela contratação dos ajudantes que vinham com ele. Ele disse que foi um deles que viajou no dia seguinte, eu não posso afirmar que foi ele mesmo, mas não ponho a mão no fogo por nenhum dos dois, o que me salvou nessa foi o contrato (que falei em Cuidados na contratação de serviços) e o fato dele ter alugado a ferramenta em nome dele diretamente com a empresa. A segunda aconteceu bem recentemente, quando estavam trabalhando dois pedreiros diferentes aqui, cada um fazendo uma coisa e eu acho os dois bem confiáveis (os mais confiáveis de todos até hoje), o problema foi que um deles trouxe um ajudante do bairro dele, que ele até conhecia a família e disse se de bem. No primeiro dia do cara achei estranho uma marca de mão por dentro do vidro do meu carro que tinha deixado um pouco aberto e tinha respingo de água de cimento e pó dentro dele, o cara também não encarava a gente no olho nem fudendo. No segundo dia ouvi uma gritaria na obra e fui lá ver, o safado do ajudante tinha roubado o celular que o outro pedreiro tinha deixado na obra e estava usando ele na frente do dono! Ele tinha arranhado o celular com seu nome pra falar que era dele e o chip do dono foi achado no meio da areia depois, deu uma confusão danada e o cara foi embora na mesma hora. Quase perdi um pedreiro excelente por causa do ajudante do outro, foda…

 

cifrao olho 2

 

Como vocês puderam ver, eu relatei vários problemas com “desajudantes” de pedreiro, mas não dei solução pra nada. Não dei porque também não tenho e nem acho que exista uma solução definitiva. O que pode ser feito é ABRIR O OLHO! Ficar atento, atento na hora de combinar preço e serviço e atento principalmente nos primeiros dias dos ajudantes, especialmente com os que não te olham no olho. Não deixem nada de valor maior e que possa ser carregado na obra, guarde na sua casa ou peça que o pedreiro leve pra casa dele, tranque sempre seu carro, sua casa e todos os portões. #ficaadica (sempre quis escrever essa hash tag idiota de twitter que o povo usa em todo lugar)

Go to Top